16 de ago de 2013

POST Nº 460

Quem São os mórmons?
 
   Atualmente, são poucas as pessoas que nunca ouviram falar dessa religião, porém, são muitas as que não a conhecem de fato. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, vulgarmente conhecida como Igreja Mórmon, carrega o nome de Jesus Cristo, justamente porque ela é fundamentada nos Seus ensinamentos. Então, ao contrário do que muitas pessoas pensam, ela é, sim, uma Igreja Cristã.
   A religião teve início há mais de 180 anos. No entanto, possui toda a organização da Igreja primitiva de Jesus Cristo, na época de Seu ministério terreno. No Brasil, ela começou em Santa Catarina, mais precisamente em Ipoméia, quando uma família alemã membro da Igreja, veio para o sul do Brasil refugiada das consequências da primeira Guerra Mundial. Daí em diante, a Igreja se expandiu por todo o país, e hoje tem quase dois milhões de adeptos. Em todo o mundo são mais de 14 milhões.
   Os membros da Igreja são conhecidos por alguns costumes marcantes, como por exemplo, o de não ingerir nenhum tipo de bebida alcoólica, café ou chá preto, não fazer uso de drogas, nem cigarro, manter recato ao se vestir, embora geralmente se vistam bem, e observarem com muito rigor a lei da castidade. Ou seja, os membros mantêm as intimidades unicamente com seu cônjuge, com quem são legal e legitimamente casados. Um esclarecimento importante: os homens na Igreja se casam apenas com uma mulher, o que desmistifica o equívoco de que são polígamos. A verdade é que nenhum santo dos últimos dias, como são chamados, que siga fielmente as leis e ordenanças da Igreja, pode se casar com mais de uma mulher. Na Igreja, ter mais do que um cônjuge é uma gravíssima transgressão, e quem fizer isso passa por um conselho disciplinar.
   O nome mórmon provém do livro que os membros usam juntamente com a Bíblia, que se intitula O Livro de Mórmon – Outro Testamento de Jesus Cristo, que diferentemente da Bíblia, foi todo escrito nas Américas e compilado por um antigo profeta chamado Mórmon.

Missionários

   Você já deve ter visto duplas de rapazes com terno e uma plaquinha no paletó andando pelas ruas de Caçador, não viu? Esses são os missionários da Igreja, que saem de suas casas, localizadas em outros estados ou mesmo países, durante dois anos para servir uma missão de tempo integral. São serviços voluntários que esses jovens, de 18 a 25 anos, fazem para proclamar o Evangelho e apresentar a Igreja às pessoas que não a conhecem. Esses são, certamente, os maiores responsáveis pelo crescimento da Igreja em todo o mundo. Atualmente mais de 50 mil missionários estão em serviço.

Famílias Eternas

   Uma das mais importantes convicções dos membros da Igreja é a de que as famílias podem permanecer unidas para sempre. Ou seja, a unidade familiar não termina com a morte. Por isso, ordenanças são realizadas dentro dos mais de 160 Templos, que são diferentes de capelas, para unir os laços familiares eternamente.
   No Brasil, a Igreja conta atualmente com o funcionamento de seis Templos, em Recife (PE), Porto Alegre (RS), São Paulo, Campinas (SP), Curitiba (PR) e o mais recente, que será inaugurado no próximo domingo, dia 10 de junho, em Manaus (AM).
   Devido à crença de que as famílias podem ser eternas, a Igreja possui o maior acervo de informações genealógicas do mundo, com o propósito de possibilitar que membros e não-membros da Igreja conheçam os ancestrais e a história da família e ainda possam ser unidos aos antepassados. Essas informações genealógicas podem ser encontradas nos Centros de História da Família (CHF), um serviço gratuito e aberto a qualquer pessoa que queira conhecer dados de seus antepassados.

Programas de Bem-Estar e Ajuda Humanitária

   Os adeptos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias têm uma forte responsabilidade de serviço solidário, já que caridade foi um dos grandes ensinamentos deixados por Jesus Cristo. E com o objetivo de ajudar qualquer pessoa ou comunidade que precise de ajuda, como por exemplo, quando enfrentam catástrofes naturais ou crises econômicas, a Igreja mantém toneladas de alimentos e roupas para atender prontamente essas comunidades. O programa mais conhecido é o Mãos que Ajudam, que reúne simultaneamente, em cada ação, mais de 130 mil voluntários em mais de 150 cidades. Outras ações acontecem com mais reserva para atender situações de emergência quando e onde quer que aconteçam.
   A Igreja ensina aos membros princípios de auto-suficiência, sendo que ela própria mantém, em vários países, fazendas e equipamentos agrícolas com o objetivo de cultivar alimentos para ajudar membros e não-membros que enfrentam dificuldades. Os mórmons são incentivados a armazenarem alimentos em casa para estarem preparados caso algum problema advenha à família. A Igreja ensina técnicas que mantém o alimento bom para consumo durante décadas. Todos esses programas são mantidos com a contribuição dos membros.
   Outro programa que chama muito a atenção é o Fundo Perpétuo de Educação, que possibilita aos membros fazerem cursos universitários com subsídio. Também é um programa mantido pelos membros que, depois que estudam, doam a quantidade que puderem de acordo com as condições para que outras pessoas tenham a mesma oportunidade.

Por que os mórmons não têm um clero pago?

Os membros são organizados em congregações locais chamadas de alas ou ramos. Elas são organizadas geograficamente e os membros frequentam uma ala ou um ramo perto de suas casas. As congregações reúnem-se aos domingos para adorar. O líder de uma congregação é um bispo ou presidente de ramo. Ele não recebe remuneração por seu serviço, mas serve voluntariamente a sua congregação.
Os membros, por sua vez, são chamados pelos líderes a servir em vários cargos em sua congregação. Os líderes buscam orientação divina ao fazer esses chamados. As posições para as quais as pessoas são chamadas a servir incluem a de professor, líder dos jovens, secretário, etc. O serviço de um membro abençoa outras pessoas e dá ao membro oportunidades de aprender e progredir.
Uma ala ou um ramo é uma comunidade cujos membros desenvolvem amizades e ajudam uns aos outros. Os membros se esforçam para seguir os ensinamentos de um antigo profeta que ensinou que, quando somos batizados, estamos “dispostos a carregar os fardos uns dos outros, para que fiquem leves” e “dispostos a chorar com os que choram; sim, e consolar os que necessitam de consolo” (Livro de Mórmon, Mosias 18:8–9). Por meio do serviço, os membros carregam os fardos uns dos outros e expressam seu amor.

Para receber manual com perguntas e respostas:
http://www.familiaeterna.net.br/?idMarca=13
Site para dúvidas ( com perguntas frequentes, e vc também pode enviar a sua)
http://www.mormon.orgYouTube:
http://www.youtube.com/user/MormonMessagesPOR
Histórias dos membros ( publicado em Agosto/2013):
http://www.lds.org/liahona/2013/08/latter-day-saint-voices?lang=por
Universidades da Igreja: ( É uma universidade normal, tipo com cursos normais etc)
http://www.byu.edu/ e https://www.ldsbc.edu/
Como é um templo mórmon por dentro?
www.youtube.com/watch?v=fNIHNbn4Kj0