1 de fev de 2016

[EU ESCRITOR] Mês novo literalmente vida nova..


Mês novo começando e agora tudo começará a ser diferente, bom, pelo menos um pouco mais corrido - comprar as coisas que faltam, procuração, cartão de débito internacional e tudo mais.. No último sábado fiz minha despedida e em breve publico algumas fotos aqui, tudo foi bem legal e especial do lado das pessoas que me ajudarem a me tornar quem hoje eu sou. Neste sábado também teve Fechando As Malas com a Presidência da Área e foi muito legal também, eles deram alguns conselhos do que devemos levar em nossas malas para missão e entre eles citaram Amor, Escrituras e Confiança. Foi muito inspirador e também o Edinho Campos de Curitiba, com quem eu almocei alguns dias junto no FSY, cantou a música tema da mutual e algumas outras também. No sábado a noite também conversei com o meu Pre-MTC tutor, o Brother Bronovski e foi bem legal, domingo tivemos o aniversário do meu primo Rodrigo e comemos costela assada :P. Agora é Keep Calm por que a designação para missão temporária está chegando! (Até a petition chegar e eu poder fazer meu visto, depois partiu Provo MTC e Arizona Mesa Mission) 

//Faltam 22 dias!

28 de jan de 2016

[EU ESCRITOR] 28 / 31


   Semana corrida, preparativos para a despedida, auto-escola, penúltima semana no trabalho.. Felizmente com boas novas! Primeiro as ruins, recebi uma ligação da CELESC dizendo que não haverá luz neste sábado que farei minha despedida e estou no aguardo para ver se a rua do local onde realizarei será afetada também. 
    Boas novas: Ontem publiquei uma certidão de nascimento de inteiro teor de meu ancestral Guilherme Klaus, filho de Cristiano Klaus, filho de Jacob Klausen - que ainda na Holanda chamava-se Jacobus Claejis, até onde eu sabia - na tradição da família sempre soubemos que eramos descendentes do povo alemão, mas conforme registros disponibilizados de emigração e a grande ajuda do grupo GenealogiaRS no Facebook acabei descobrindo que não somente o barco que vinha para a América do Sul saiu da Holanda como meus ancestrais também nasceram e casaram lá! Na hora foi estranho, parecia que precisava de mais fontes para ser isso mesmo, bem, assim eles fizeram, me deram mais e mais evidências da origem da família Klaus na Holanda. Outro fato foi o sobrenome que era Klausen e ainda antes disso era Claejis..





20 de jan de 2016

[EU ESCRITOR] 20 / 30

   

   Hoje sem muitas novidades gostaria de compartilhar um texto muito bom que foi divulgado no MormonChannel. Tenho tentado refletir mais para perceber mais os meus defeitos para poder melhorar e torna-los atributos e neste processo um assunto muito importante vem: a comparação com os outros. 
  Foi-nos feito uma promessa "condicional" em Éter 12:27 "E se os homens vierem a mim, mostrar-lhes-ei sua fraqueza. E dou a fraqueza aos homens a fim de que sejam humildes; e minha graça basta a todos os que se humilham perante mim; porque caso se humilhem perante mim e tenham fé em mim, então farei com que as coisas fracas se tornem fortes para eles." A condição é muito clara, o Senhor irá nos ajudar a tornar das nossas fraquezas força SE tivermos humildade e fé. 

Segue ótimo texto divulgado no Mormon Channel: (traduzido por Junior Klaus)

"How to Stop Comparing Yourself to Others"

   Existem bilhões de pessoas neste mundo as quais você poderá comparar-se. Uma vez que você começa, você pode achar que é difícil de parar. Todos nós temos feito isso - desejando ser mais como ela ou considerando como fico feliz por não ser como ele. Mesmo enquanto fazemos isso, nós sabemos que não estamos pensando ou agindo como Jesus Cristo faria.

  É possível admirar justamente alguém, e isso é saudável, pois nos motiva a melhorar a nós mesmos. No entanto, ter ciúmes dos pontos fortes de alguém, vergonha de suas próprias fraquezas, ou invejando uma "vida perfeita" que você acha que alguém tem é uma atividade puramente negativa. Comparações insalubres levam à depressão, falta de auto-confiança e auto-estima, a ingratidão, saboreando os julgamentos dos outros, ressentindo-se e aos outros, desperdício de tempo e esforço, destruindo qualquer motivação para alcançar objetivos pessoais e digressão espiritual.

Se se comparar aos outros tornou-se um hábito diário para você, é hora de parar, e nós temos algumas dicas para fazer exatamente isso.

  1. Ore para que a orientação do Senhor.
  2. Não se preocupe que você acredita que as pessoas pensam de você.
  3. Mantenha um "diário de gratidão."
  4. Limite seu tempo em mídia social.
  5. Não espere ser perfeito.

É da natureza humana para se sentir inadequada às vezes, mas não deixe que isso se tornar sua mentalidade constante. Aceite o desafio de ser um verdadeiro discípulo de Jesus Cristo e passar de competitividade para a cooperação, de amor a si mesmo para amar os outros, a partir de comparação com conexão.

O texto completo (em inglês) poderá ser acessado em: https://www.mormonchannel.org/blog/post/how-to-stop-comparing-yourself-to-others

18 de jan de 2016

[EU ESCRITOR] Keep calm the great day is coming...

Imagens encontradas em https://www.lds.org/blog, acessado em 15/01/2016.


 Agora, cada dia que se passa mais próximo está o grande dia, a ansiedade começa a ficar cada vez maior e tomar conta da mente de tal maneira que tudo que se faz durante o dia tem, de alguma forma, relação com a missão - ainda mais quando você curte várias páginas sobre o assunto, segue vários painéis no pinterest e tem vários grupos no Whatsapp.

 Gostaria de compartilhar alguns discursos e materiais sobre a obra missionária, que pode ajudar aqueles que não conhecem muito sobre o trabalho que irei desempenhar conhece-lo e também aquele que já conhecem a reverem opiniões, doutrina e citações sobre este maravilhoso assunto:

Começando com uma citação do Novo Testamento em Marcos 16:15: “Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura.

A Igreja do Senhor sempre foi uma Igreja missionária. A vida de Jesus Cristo foi um perfeito exemplo de trabalho missionário. Durante Seu ministério na Terra, Ele ensinou o evangelho o tempo todo, em todos os lugares e a toda classe de pessoas. Jesus ensinou aos instruídos no templo, aos pecadores, aos fiéis e aos descrentes. Ele também chamou apóstolos e outros discípulos para pregar o evangelho assim mais pessoas poderiam ouvir a respeito das bênçãos de Seu evangelho. A maioria da pregação deles durante a vida de Cristo foi a seu próprio povo, os judeus.

Presidente Joseph Smith (1830–1844): “Depois de tudo o que foi dito, o maior e mais importante dever é pregar o evangelho.(Ensinamentos do Profeta Joseph Smith, p. 110.)

O Propósito Missionário:
Convidar as pessoas a achegarem-se a Cristo, ajudando-as a receber o evangelho restaurado por meio da fé em Jesus Cristo e em Sua Expiação, do arrependimento, do batismo, de se receber o dom do Espírito Santo e de perseverar até o fim.

Parley P. Pratt foi um missionário consagrado. Ele serviu como missionário por mais de 25 anos em um trabalho quase constante. Ele tinha acabado de voltar de sua última missão no Chile. Ele estava esperançoso de que ele poderia agora permanecer em casa e desfrutar de sua família, mas essas expectativas foram de curta duração. O Presidente Brigham Young chamou para servir mais um de missão, desta vez nos estados do leste. Pode-se imaginar os sentimentos que devem ter inchadas no coração de Parley. Talvez podemos imaginar que ele pensou, "não tenho dado tudo o que um mortal poderia dar? Não mereço passar algum tempo com a minha família e amigos? Não posso simplesmente relaxar um pouco?" Mas Parley P. Pratt era um missionário consagrado. Em 7 de setembro de 1856, pouco depois de saber da sua chamada por Brigham Young, ele ofereceu as seguintes reflexões do concurso e declarações proféticas: "Tenho desejado, depois de viajar por vinte e cinco ou vinte e seis anos, principalmente no exterior, para ficar em casa e ministrar entre o povo de Deus, e cuidar da minha família; mas a vontade de Deus deve ser feita, e não a minha. Se for a vontade de Deus que eu deveria passar meus dias em proclamar este evangelho e prestar testemunho dessas coisas, eu acho que me será um privilegio e honra. E quando o Espírito de Deus está sobre mim, mas muito pouco o que eu sofro, que eu sacrifiquei-se que garantir a honra ou desonra de homens, ou quando eu morrer, se assim o for que eu possa manter a fé, combater o bom combate, e terminar minha carreira com alegria. Eu tenho toda a eternidade diante de mim, em que para me divertir. "(Autobiography of Parley P. Pratt, p. Xxv.)

Os missionários compartilham só uma coisa — o evangelho de nosso Salvador, Jesus Cristo. Como Néfi disse: “E falamos de Cristo, regozijamo-nos em Cristo, pregamos a Cristo, profetizamos de Cristo e escrevemos de acordo com nossas profecias, para que nossos filhos saibam em que fonte procurar a remissão de seus pecados” (2 Néfi 25:26). Pode parecer estranho que centralizemos tanto nossa vida em Jesus Cristo, mas a sabedoria do evangelho se aplica a tudo desde o propósito da vida a como agimos no nosso trabalho, como nos relacionamos com outras pessoas e mesmo como cuidamos de nosso corpo. Os ensinamentos de Jesus Cristo têm mais poder de proporcionar felicidade duradoura do que todo sucesso e prazer que o mundo pode oferecer. Toda mensagem que os missionários mórmons compartilham gira em torno Dele e de como Sua Expiação e as ordenanças do evangelho nos permitem voltar a viver com nosso Pai Celestial e nossa família no céu.