28 de mar de 2013

FBI quer espionar atividades na web em tempo real

FBI quer espionar atividades na web em tempo real
O Tio Sam observa você. (Fonte da imagem: Eric Bidwell )


Imagine as suas mensagens de email, do bate-papo do Facebook ou do Google Talk, das conversas do Skype e de basicamente toda a sua vida online sendo espionadas em tempo real. Não se trata de um programa-espião que os pais instalam nas máquinas dos filhos e nem mesmo de trabalho de hackers mal-intencionados, mas sim de um projeto do FBI.
Dessa vez, o departamento federal de investigação do país norte-americano pretende ter privilégios para espionar, em tempo real, absolutamente todas as comunicações online dos cidadãos dos EUA.
Segundo relata o site Slate, especializado em política e tecnologia, as agências governamentais dos Estados Unidos já podem forçar os provedores de internet a instalar dispositivos de vigilância em suas redes graças a uma lei de 1994. Entretanto, esta legislação não inclui as novas tecnologias, como email e serviços da web em geral, inclusive armazenamento nas nuvens.
Assim sendo, de acordo com o conselheiro-geral do FBI Andrew Weissmann, o FBI trata do tema como questão de segurança nacional, classificando-o como “prioridade máxima” para ser solucionado ainda em 2013.

O Tio Sam observa você?

Ainda de acordo com o Slate, o governo dos Estados Unidos já possui determinadas medidas legais para interceptar uma mensagem de email, por exemplo. Por meio do capítulo III da Lei do Grampo Telefônico, as autoridades podem solicitar aos provedores de chat online ou de email que prestem a assistência técnica necessária para realizar tal interceptação.

Como visto em: http://www.tecmundo.com.br/internet/38028-fbi-quer-espionar-atividades-na-web-em-tempo-real.htm ( acessado dia 28 de março de 2013, aproximadamente ás 10:28)