16 de jul de 2011

Bronzeadores,Protetores e Bloqueadores solares : Como escolher o seu?


Qual a Diferença?
Bronzeador: Geralmente óleos, como o nome diz bronzeiam e
protegem pouquíssimo dos raios UVB e UVA.
Protetor Solar: Protege a pele do sol geralmente são abaixo do
FPS 30.
Bloqueador Solar: Bloqueam os raios UVA E UVB, Mas não oferecem
nenhuma proteção contra insolação.

Na última semana, uma pesquisa feita pela Pro Teste reprovou a maior parte dos protetores solares mais vendidos no Brasil. Alguns não passaram na avaliação por falta de informações no rótulo, outros pela consistência ou até mesmo pelo baixo grau de proteção.

Mas isso não quer dizer que não haja no mercado boas marcas. O que você precisa é saber o que procurar em um produto para poder escolher o melhor.

A primeira coisa é ter certeza do tipo de produto que você quer. Protetor solar ou bloqueador? O primeiro tem a função de diminuir os efeitos dos raios ultravioletas (que no rótulo aparecem descritos como UVA e/ou UVB) na pele. Já do bloqueador solar espera-se a função de uma espécie de filtro, que impeça a penetração dos raios UVA e UVB na pele.

Não se confunda: esses produtos são completamente diferentes dos bronzeadores, que são formulações que estimulam a pigmentação da pele, mas que em geral têm baixíssimo fator de proteção solar – o famoso FPS.

A proteção contra os raios UVB (que são cancerígenos e apresentam incidência cada vez maior devido à destruição da camada de ozônio) e o FPS são informações que devem obrigatoriamente fazer parte do rótulo dos produtos, segundo regras da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

essoas de pele branca, com sardas, cabelos loiros ou ruivos devem procurar produtos com FPS acima de 30 e mais gordurosos - eles ficam mais tempo na pele.

Segundo a médica, uma boa dica são os produtos em spray, que podem ser espalhados com mais facilidade na pele do corpo.

Isso tudo vale para o corpo. Para o rosto, é preciso procurar um produto específico para cada tipo de pele. As oleosas precisam de loções aquosas ou à base de gel, enquanto as secas podem apostar nos cremes.

Selma lembra que o filtro solar é apenas um dos agentes no combate aos malefícios causados pelo sol.
- É indispensável que o uso do produto seja acompanhado por chapéu, camiseta, sombra e a exposição ao sol na hora certa (antes das 10h e depois das 16).Fonte: Portal r7.com

O que significa o valor do FPS?

FPS é a sigla para Fator de Proteção Solar e indica o grau de proteção da pele contra a queimadura solar. Um FPS 50, por exemplo, mostra que você está 50 vezes mais protegida contra os raios UVB, ou seja, precisa de 50 x mais radiação solar UVB para desencadear uma queimadura solar do que se não estivesse usando nada. Isso desde que seja aplicada a quantidade adequada de filtro solar.

Qual a diferença entre UVB e UVA? Os dois fazem mal à saúde?

A radiação UVA penetra profundamente na pele, não costuma ter sua intensidade alterada conforme a época do ano ou altitude de cada região e é a principal responsável pelo fotoenvelhecimento. Já os raios UVB são os causadores das queimaduras solares e mudam de intensidade conforme a estação e altitude, ganhando força no verão, em especial entre as 10h e 15h. O UVB está diretamente relacionado ao desenvolvimento de câncer de pele nas áreas corporais fotoexpostas.

Principais protetores solares são ineficazes e cancerígenos



Oito das dez marcas de protetores solares fator 30 falham na eficácia. E, dos produtos reprovados, metade perde seu efeito protetor quando expostos ao calor justamente quando mais deveriam funcionar, segundo resultados de testes feitos pela Agência Pro Teste.

Os resultados publicados dizem que os protetores solares testados praticamente não oferecem proteção UVA e em alguns casos contém  benzophenone-3, ingrediente cancerígeno proibido em outros países
Foram feitos testes de eficácia com protetores solares das principais marcas como Avon, Natura Fotoequilíbrio, Coopertone, La Roche-Posay Helioblock, Nivea, Banana Boat, Sundown e outras
Em todos os testes, incluindo o teste de estabilidade da fórmula com o tempo de exposição ao sol e o teste de resistência à água, somente dois protetores solares foram aprovados: Cenoura e Bronze e Expertise Loreal.

Maioria dos Protetores Solares são Reprovados em testes

Resultados dos Testes”

A tabela divulgada pela Agência Pro Teste relaciona os resultados dos testes realizados com os 10 Protetores Solares:

Tabela de Resultados dos testes com protetores solares – Fonte: Agência Pro Teste

benzophenone-3: Fórmula estrutural
A pro-teste reivindica que seja proibido o uso da substância benzophenone-3, também conhecida como oxibenzona, na composição dos produtos, ingrediente proibido em outros países, por entrar na circulação sanguínea e ser potencialmente cancerígeno.
O protetor solar ideal deve proteger a pele dos raios ultra-violeta UVA e UVB: os raios UVA são intensos durante todo o dia, já o UVB deixa a pele vermelha, principalmente das 11:00 as 15:00hs

O que diz a ANVISA”

A assessoria de imprensa da ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária – que é responsável pela aprovação de cosméticos e medicamentos lançados no mercado, divulgou que não pode avaliar os resultados apresentados sem tomar conhecimento das metodologias empregadas e afirma que, para serem registrados pela ANVISA, as fabricantes precisam apresentar testes de eficácia de uso do produto acabado.
Sociedade Brasileira de Dermatologia -SBD, que talvez seja o orgão mais importante do segmento, não reconhece os resultados da pesquisa. O diretor da SBD, Sérgio Schalka declarou: ”Não temos uma posição formada sobre os resultados apresentados, pois desconhecemos a metodologia de avaliação. Temos uma série de questionamentos sobre os métodos empregados e tememos que o resultado desestimule o uso do protetor solar”
A Pró Teste, por sua vez, informou que não divulgou a metodologia e o laboratório responsável pela análise por questões contratuais e para que a influência das empresas e instituições da área não comprometessem as pesquisas.

Declarações das Empresas Fabricantes”


“Rigorosos estudos e testes envolvendo os produtos da empresa são realizados no Centro de Pesquisa da Nivea, na Alemanha. Todos os produtos da marca são desenvolvidos sob os mais rígidos protocolos globais de qualidade e segurança, bem como atendem a todas as exigências legais dos países nos quais a companhia atua. Assim, a empresa ressalta que discorda dos resultados do estudo da Associação Pro Teste atribuídos a NIVEA SUN Loção Solar Protetora FPS 30.”

“Todas as matérias-primas utilizadas pela Natura na fabricação de seus fotoprotetores são consideradas seguras e aprovadas tanto pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) quanto pela SCCP (Comunidade Científica Européia). Foi citado que o produto Fotoequilíbrio possui proteção “muito baixa”. A Natura testa seus produtos segundo a metodologia Australiana (AS/NZS 2604:1998), que é reconhecida internacionalmente e aprovada na ANVISA. Essa metodologia justifica a descrição de 90% de proteção UVA na rotulagem. A entidade Pro-Teste afirma que o Fotoequilíbrio Emulsão Hidratante FPS 30 teve manutenção de apenas 30% de seu FPS após 30 minutos de imersão. Todos os produtos da Linha Fotoequilíbrio são testados conforme a metodologia européia (COLIPA, 1994), que é reconhecida pela ANVISA e pela União Européia. Segundo essa metodologia, os produtos são aprovados mediante teste que avalia o FPS após duas horas de imersão na água.”

“A empresa garante que SUNDOWN® oferece proteção contra os raios UVA/UVB determinadas na embalagem do produto e que o protetor solar FPS 30 testado oferece duas horas de proteção à água e ao suor, atendendo as exigências legais. Cada produto da linha SUNDOWN® é submetido a uma bateria de testes e só é comercializado se comprovar eficácia na determinação de fator de proteção, resistência a água, determinação de proteção UVA e fotoestabilidade, de acordo com protocolos definidos pela ANVISA, FDA, Colipa e comunidade científica, o que garante a excelência da proteção dos produtos. No que diz respeito à rotulagem, SUNDOWN® está de acordo com as determinações da ANVISA.”

“A linha de proteção solar Avon Sun foi desenvolvida por cientistas do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa nos Estados Unidos. Toda a linha passou pelos testes exigidos no Brasil. A rotulagem dos produtos de Avon Sun segue os dizeres obrigatórios pela ANVISA. Atualmente, no Brasil, ainda não há uma legislação para padronização da indicação do Fator de Proteção UVA. Os produtos de Avon Sun possuem comprovação de Eficácia de Proteção UVA e todos os testes estão à disposição na empresa. O Teste de Eficácia para Determinação do Fator de Proteção Solar determina a resistência do produto dentro da água. Consta na rotulagem dos produtos de Avon Sun que estes mantêm o grau de proteção solar por 80 minutos dentro da água – resultado comprovado nos testes conduzidos pela Avon. No que se refere à composição dos produtos, o ingrediente benzophenone-3 consta na Lista Permitida de Fotoprotetores Solares para a pele (RDC 47, de 16 de março de 2006). A concentração utilizada nos produtos de Avon Sun está de acordo com a Legislação de órgãos respeitados como a ANVISA, FDA (Food and Drug Administration) – EUA e a COLIPA (The European Cosmetics Association” – Comunidade Européia.

“Desconhecemos a realização de testes nos nossos produtos. Desconhecemos também a instituição que realizou os testes citados, assim como os critérios adotados para a realização dos mesmos. O produto encontra-se regularizado junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), e todas as informações contidas na embalagem do produto foram comprovadas por testes com metodologias reconhecidas e aceitos pela ANVISA.”

Quem é Agência a Pro Teste

Agência Pro Teste, responsável pela divulgação dos resultados, é uma associação civil sem fins lucrativos com aproximadamente 200 mil associados, a maior associação de consumidores de toda a América Latina.
Integra o Sistema Nacional de Defesa do Consumidor (SNDC), é filiada à Euroconsumers e à Consumers International, as maiores organizações mundiais de defesa do consumidor.


Imagens (Meramente ilustrativas, Clique para ampliar):